2015 - 2018 © ASTRONOMIA-LOGIA - ANABELA CUDELL | Todos os direitos reservados. | Mapa do Site | Última atualização: 14.03.2018
Webdesign  
A astrologia é uma forma de entender  o cosmos que nos envolve.
Astronomia-logia   combina   astronomia   e   astrologia.   Interligar   estas   duas   ciências   milenares torna-se   díficil   devido   aos   antagonismos,   que   existem   entre   as   duas.   O   que   opõe   estas   duas temáticas   são      mais   as   questões   sociológicas   e   menos   as   científicas.   A   astronomia   observa, estuda   e   mede   os   astros.   A   astrologia   estuda   o   efeito   dos   astros   sobre   humanos,   animais, plantas e minerais. A   astro-“nomia“   é   uma   línguagem   de   números,   quantidades   e   dimensões,   a   astro-“logia“ uma   linguagem   de   analogias,   símbolos   e   interpretações.   A   astronomia   reside   no   hemisfério esquerdo    do    cérebro,    que    se    ocupa    de    números,    palavras    e    dos    detalhes    das    coisas, também    chamado    hemisfério    digital;     a    astrologia    habita    o    hemisfério    direito,    chamado hemisfério analógico , que se dedica às imagens, à fantasia e ao panorama geral das coisas. A   astronomia   aposta   no   rigor   e   exactidão   científicos,   exige   provas   e   certezas.   Um   astrónomo por    vezes    observa    e    estuda    durante    anos    um    pequeno    detalhe    do    céu    com    poucos segundos   ao   quadrado.   A   astronomia   programa   modelos,   publica   teorias.   Mede   distâncias de   milhões   de   anos-luz.   Calcula   a   evolução   de   estrelas   e   galáxias.   Sabe   a   idade   do   cosmos. Descobre   planetas   em   estrelas   distantes.   Distingue   variadíssimos   objectos   celestes.   Vê-os   no espectro de ondas de rádio, infra-vermelhos ou raios gama. A   astrologia   estuda   as   símbologias,   as   imagens   interiores,   os   antigos   mitos   e   apróxima-se   da psicologia.   Aliás   um   dos   fundadores   da   psicologia,   C.G.   Jung   era   astrólogo   e   foi   buscar   à astrologia    muitos    elementos    psicológicos.    O    astrólogo    associa    ideias    livremente,    usa    a criatividade   e   aprende   a   reconhecer   analogias   da   linguagem   da   alma.   A   astrologia   estuda   a posição   dos   astros   em   relação   à   Terra   para   a   interpretar   no   horóscopo.   Também   compara   os ciclos dos planetas com os ciclos de uma biografia. A   astronomia   é   leccionada   na   universidade.   A   astrologia   foi   expulsa   da   universidade   no século   XVII.   A   origem   é   comum:   o   estudo   do   céu.   Na   antiguidade   não   se   diferenciava   entre um astrólogo e um astrónomo.

ASTRONOMIA-LOGIA.COM

Deutsch
Português
NOVO ARTIGO: CALENDÁRIO ASTROLÓGICO SIDERAL Ano de 2018
2015 - 2018 © ASTRONOMIA-LOGIA - ANABELA CUDELL   |   Todos os direitos reservados.
Webdesign
Astronomia-logia   combina   astronomia   e   astrologia. Interligar    estas    duas    ciências    milenares    torna-se díficil   devido   aos   antagonismos,   que   existem   entre as   duas.   O   que   opõe   estas   duas   temáticas   são      mais as   questões   sociológicas   e   menos   as   científicas.   A astronomia    observa,    estuda    e    mede    os    astros.    A astrologia     estuda     o     efeito     dos     astros     sobre humanos, animais, plantas e minerais. A    astro-“nomia“    é    uma    línguagem    de    números, quantidades     e     dimensões,     a     astro-“logia“     uma linguagem   de   analogias,   símbolos   e   interpretações. A    astronomia    reside    no    hemisfério    esquerdo    do cérebro,   que   se   ocupa   de   números,   palavras   e   dos detalhes    das    coisas,    também    chamado    hemisfério digital;     a    astrologia    habita    o    hemisfério    direito, chamado    hemisfério    analógico ,    que    se    dedica    às imagens, à fantasia e ao panorama geral das coisas. A      astronomia      aposta      no      rigor      e      exactidão científicos,   exige   provas   e   certezas.   Um   astrónomo por    vezes    observa    e    estuda    durante    anos    um pequeno   detalhe   do   céu   com   poucos   segundos   ao quadrado.      A      astronomia      programa      modelos, publica    teorias.    Mede    distâncias    de    milhões    de anos-luz.   Calcula   a   evolução   de   estrelas   e   galáxias. Sabe    a    idade    do    cosmos.    Descobre    planetas    em estrelas   distantes.   Distingue   variadíssimos   objectos celestes.   Vê-os   no   espectro   de   ondas   de   rádio,   infra- vermelhos ou raios gama. A    astrologia    estuda    as    símbologias,    as    imagens interiores,     os     antigos     mitos     e     apróxima-se     da psicologia.   Aliás   um   dos   fundadores   da   psicologia, C.G.    Jung    era    astrólogo    e    foi    buscar    à    astrologia muitos   elementos   psicológicos.   O   astrólogo   associa ideias    livremente,    usa    a    criatividade    e    aprende    a reconhecer    analogias    da    linguagem    da    alma.    A astrologia   estuda   a   posição   dos   astros   em   relação   à Terra    para    a    interpretar    no    horóscopo.    Também compara   os   ciclos   dos   planetas   com   os   ciclos   de uma biografia. A     astronomia     é     leccionada     na     universidade.     A astrologia    foi    expulsa    da    universidade    no    século XVII.    A    origem    é    comum:    o    estudo    do    céu.    Na antiguidade   não   se   diferenciava   entre   um   astrólogo e um astrónomo.

ASTRONOMIA-LOGIA.COM

A astrologia  é uma forma de entender  o cosmos que nos envolve.
NOVO ARTIGO: CALENDÁRIO ASTROLÓGICO SIDERAL Ano de 2018